Inside

Plantas no interior – uma lufada de ar fresco

Todos adoramos ter plantas e flores dentro das nossas casas. Fazemo-lo, na maioria das vezes, por motivos estéticos, para dar cor aos diferentes espaços e também à nossa vida, mas ignoramos o impacto decisivo que estes amigos verdes podem ter na nossa saúde.

Sabia que o ar da sua casa pode estar carregado de toxinas invisíveis que podem ser eliminadas com a ajuda de plantas? Ou que as plantas absorvem os ruídos, reduzem o stresse e aumentam os níveis de produtividade? Um estudo publicado pela Royal College of Physicians, em 2016, estimou que o ar poluído no interior das nossas casas contribui para 99.000 mortes na Europa todos os anos. Mas também temos boas notícias: pode não ser obrigado a calçar as suas botas de montanha para retirar o que a natureza tem de melhor – as plantas que estão no parapeito da sua janela podem estar já a ter grandes efeitos! Escolhemos as cinco que deve mesmo ter em sua casa. 🙂

1. Aloe vera / Babosa

A Aloe vera, conhecida por possuir inúmeras propriedades medicinais, também pode ser utilizada para limpar o ar da sua casa. Esta planta ajuda a livrar-se das toxinas vindas dos produtos de limpeza, ao mesmo tempo que permite monitorizar a qualidade do ar: se estiverem em contacto com químicos em demasia, as folhas ficam com manchas castanhas. Esta súper-planta pode também ser usada para acalmar a pele quando nos queimamos ou cortamos, ou ainda para atenuar os sintomas da asma, bastando ferver as suas folhas e respirar o vapor. Cresce melhor com muito sol!

2. Sansevieria trifasciata / Espada de São Jorge

Se é daquelas pessoas que quer ter uma pequena selva na sua sala, mas que, passado um ou dois meses, o que antes estava verde e alegre agora está castanho e murcho, esta é a planta perfeita para si! É muito fácil de cultivar, podendo ser mantida tanto à sombra como a receber luz directa do sol, e não gosta de muita água. Com as suas linhas geométricas, é ideal para dar um toque diferente a decorações mais minimalistas, ao mesmo tempo que elimina do ar o substâncias como benzeno, xileno ou metanal. Foi uma das que constou na lista de plantas mais indicadas para ter indoors, publicada pela NASA, em 1989.

3. Spathiphyllum / Lírios da Paz

Esta planta é um ás na remoção de uma lista infindável de substâncias nocivas, incluindo acetona, benzeno, álcool e amoníaco. É bastante fácil de cuidar, mas para a manter saudável e livre de insectos, é necessário lavar as folhas ocasionalmente. Pode crescer a um ritmo exacerbado, por isso aconselhamos a que a mantenha num vaso pequeno.

4. Dypsis lutescens / Palmeira Areca

A Areca é uma das palmeiras mais populares e graciosas. É conhecida por remover vários elementos tóxicos do ar, ao mesmo tempo que liberta humidade para a atmosfera por evaporação da água. Isto permite que usufrua de um ar mais puro e refrescante. Em contrapartida, só pede que não a abandone num canto escuro, nem a temperaturas a menos de 16º. Gosta de espaços luminosos e de ter a terra húmida nos meses mais quentes, e ligeiramente mais seca nos restantes. Naqueles dias abafados, pulverize as folhas, ela agradece! É uma planta que pode desenvolver raízes grandes, por isso é preciso transplantá-la para um vaso maior à medida que vai crescendo.

wirelyhome-fern-20161005124519~q75,dx1920y-u1r1g0,c--

5. Lavandula angustifolia / Lavanda

Conseguir dormir as sete ou oito horas de sono recomendadas pode ser difícil, especialmente se estamos preocupados com o que aconteceu no nosso dia e já a pensar mas mil coisas que nos esperam amanhã. Inúmeros estudos têm demonstrado que as plantas podem desempenhar um papel essencial no que diz respeito à qualidade das nossas horas de paz e sossego. A Lavanda é conhecida por baixar os níveis de ansiedade, o que vai ajudar a que consigamos dormir melhor e mais profundamente. Aconselhamos a que o mantenha perto da sua cama, para acordar com o maravilhoso aroma que, temos a certeza, trará mais paz e tranquilidade à sua vida.

lavanda

Para terminar, temos uma novidade fresquinha: o Grovio, lançado no passado dia 23 de Maio, e que não é mais do que um assistente inteligente que trata e monitoriza a saúde das suas plantas de forma autónoma. Leia mais aqui.

Deixar uma resposta