Smart

A casa do futuro

O que sabemos hoje sobre como serão as nossas futuras casas? Tendencialmente, todos os nossos objectos estarão ligados à Internet e comunicarão entre si, e nós comunicaremos com eles através de voz.

Quando, em 1995, Bill Gates (fundador da Microsoft) publicou o seu livro The Road Ahead, levantou a ponta do véu sobre o que nos reservava o futuro. A Internet estava ainda no seu início, mas já era clara a transformação social que nos esperava. Num dos capítulos do livro, Bill Gates descreveu a casa que estava a construir na margem do Lago Washington, onde antecipou a “ponta do iceberg” sobre a transformação das nossas casas.

E o que sabemos hoje sobre como serão as nossas futuras casas?

Começando pelo telhado, as telhas serão placas solares, mais resistentes do que as nossas telhas de hoje, e com claros benefícios energéticos. Foi o que o Elon Musk, CEO da TESLA, apresentou recentemente.

E como resolver a diferença temporal entre a captação e o consumo de energia? Elon Musk também tem a solução, as baterias domésticas PowerWall vão acumular a energia captada durante o dia, garantindo optimização energética.

Mas esta transformação será muito mais do que apenas a optimização energética.

Tendencialmente, todos os nossos objectos estarão ligados à Internet e comunicarão entre si, e nós comunicaremos com eles através de voz (em vez do teclado ou aplicação no smartphone), um exemplo é o caso do Amazon Echo.

echo

E os frigoríficos e máquinas de lavar roupa? Também estarão ligados à Internet e o frigorífico, os armários e a máquina de lavar roupa irão colocar automaticamente os produtos em falta na nossa lista de compras e a compra será efectuada (online) com a nossa confirmação, através de um simples “OK”.

E qual a refeição? O robot cozinheiro vai sugerir-nos um menu com base nos produtos disponíveis no frigorífico e armários.
 Apresentamos-lhe o primeiro robot cozinheiro, da Moley Robotics:

Como fica claro, a transformação será tão grande que a construção das futuras casas terá de ser pensada para integrar todas estas alterações, motivo pelo qual algumas destas empresas, como é o caso da Apple, já estão a desenvolver parcerias com construtores para que as novas casas tenham previstas, logo na sua construção, a integração com todos os seus dispositivos.

Como escreveu Willam Gibson: “O futuro já chegou, só falta ser distribuído”.


Bem-vindos à casa do futuro!

Nuno Ribeiro – Country Manager FABERNOVEL

Fonte: SuperToast by FABERNOVEL

Deixar uma resposta