Kitchen

Kitchen is where the heart is

A cozinha tem vindo a tornar-se a divisão preferida de muitas pessoas, o espaço onde passamos mais tempo. Nós explicamos porquê!

Mais do que acontece com os restantes espaços da casa, o papel desempenhado pela cozinha no nosso dia-a-dia tem vindo a alterar-se bastante ao longo dos tempos. A divisão que antigamente existia por razões puramente funcionais, que ficava nos fundos, na parte mais recôndita da casa, está hoje a reclamar o seu merecido lugar de destaque nas nossas casas e nas nossas vidas! É esta a razão pela qual resolvemos fazer da cozinha um dos temas principais da HomeLovers Mag, por estar a tornar-se o coração das nossas habitações. Todos queremos aquela cozinha que deixa todos boquiabertos, a que é, ao mesmo tempo, ampla, luminosa, prática e cheia de estilo, com espaço não só para preparar refeições, mas também para relaxar e trabalhar. Está, hoje mais que nunca, em voga cozinhar, passar tempo a descobrir receitas criativas, apostar numa alimentação mais saudável, conhecer os sítios ideais para comprar os melhores produtos, plantar a nossa pequena horta de temperos, estar a par das mais recentes novidades de design, e por aí fora. Aqui, vamos falar disto e muito mais, explorar todos os pequenos mundos que este universo comporta!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A cozinha é a divisão mais movimentada da maioria das casas: usada por todos, várias vezes por dia, com propósitos e de formas completamente diversas. Tornou-se uma área de muita socialização, onde os miúdos podem concentrar-se nos trabalhos de casa, enquanto os pais preparam o jantar. Já para não falar das festas ou jantares de amigos que começam ou acabam na cozinha, enquanto se prepara o jantar ou se lava a loiça! Este pode ser um sítio incrível para conversas informais e descontraídas, com os convidados de copo na mão, encostados à bancada, ou a dar uma ajuda na preparação dos acepipes. É o fim do estigma do cozinheiro que fica à margem da diversão. 🙂

Esta alteração na forma de ver a gastronomia – de uma actividade entediante, a uma arte que elevou o comum dos mortais a um autêntico mestre do gourmet  – contribuiu fortemente para a forma como vemos esta divisão nos dias que correm. É lá que acumulamos muitos dos nossos objectos e gadgets favoritos: espiralizadores, termómetros de precisão, descascadores para todos os tipos de vegetais, liquidificadoras, robots pequenos e grandes… uma lista interminável de tudo o que precisamos para preparar desde um elaborado Bife Wellington ao mais delicioso Crème Brulée. É lá que podemos ser criativos à vontade, pôr em prática aquela técnica que só os melhores chefs dominam e, quiçá, aventurarmo-nos na Cozinha Molecular!

cozinha 2

Mas esta mudança não aconteceu por razões meramente sociais, também de uma perspectiva arquitectónica as cozinhas têm vindo a ser integradas no centro da casa. Acontece frequentemente este ser o espaço no qual se pode usufruir da melhor vista, onde se tem acesso à varanda, que possui uma das maiores áreas da casa, etc. É uma divisão que tem sido cada vez menos definida por quatro paredes. As cozinhas abertas, que há uns anos eram apanágio das casas mais pequenas, são uma constante em casas amplas ou mesmo de luxo. Pretende-se permitir que as pessoas envolvidas na preparação dos repastos possam também participar nas actividades que estão a acontecer ao seu redor.

Está, então, inaugurada a categoria Kitchen, um espaço que queremos que seja como a cozinha ideal: uma combinação perfeita entre momentos de descontracção e outros em que aprendemos uma coisa nova, em que nos inspiramos e somos mais inventivos que nunca!

Deixar uma resposta