Kitchen

O melhor guia da Internet para organizar um jantar perfeito (ou pelo menos livre de stress)

Se só de pensar em cozinhar para os seus amigos já sente que está a entrar em desespero, este é o artigo perfeito para si!

Há poucas coisas tão divertidas como receber em nossa casa um grupo de pessoas próximas e conviver enquanto se partilha boa comida e boa conversa. Isto, claro, se as coisas correrem bem: se conseguirmos cumprir horários, se a comida estiver à altura das nossas (muitas vezes loucas) expectativas, e principalmente se a ansiedade profunda não se apoderar de nós e nos impedir participar nos bons momentos que estão a acontecer.

Todos imaginamos este cenário idílico: recebemos os convidados com um sorriso, tranquilos e arranjados, como quem passou as últimas horas a relaxar no sofá; a mesa está posta, a comida cheira bem, fizemos aqueles mini-soufflés de chocolate do chef Ramsey… E depois acordamos! Sabemos que a realidade é, habitualmente, bem mais caótica, quer seja por vivermos numa casa com pouco espaço, por não termos nascido para a culinária, ou por simplesmente não gostarmos da pressão de organizar uma festa – as razões podem ser mais que muitas. Mas não se apoquentem mais! A HomeLovers Mag existe, entre outras coisas para vos ajudar nestes pequenos-grandes desafios da vida, para vos inspirar e fazer-vos acreditar que da próxima vez vão receber os vossos amigos com o ar mais zen do mundo. 🙂

da59b0b5b65d7c1d9fa3818dad896c72

Reunimos 10 conselhos para ajudar a que tudo corra pelo melhor:

1. Respire fundo e repita várias vezes que a companhia é o mais importante, o resto são detalhes! O que fica na memória no final é o facto de terem estado juntos (parece aquele clichê “perder ou ganhar, o que interessa é participar”, mas é mesmo verdade). Sabemos que quer tudo perfeitinho, mas ninguém se vai importar se a sua bruschetta estiver um bocadinho esturricada, se faltar sal no arroz, ou se a toalha de mesa não for do mesmo tom que os cortinados. Ria-se das falhas, das pequenas e das grandes também – e se correr mesmo tudo mal mande vir umas pizzas. Vai ser um jantar memorável, com certeza. 🙂

2. Confira se alguém tem alguma alergia, ou um alimento que lhe provoca náuseas só de tocar no palato, mesmo se estiver disfarçado entre outros mil sabores. Vai ajudar a que não tenha surpresas desagradáveis!

3. Não arrisque em demasia. Esta não é a altura ideal para fazer aquele prato japonês que nunca experimentou e nem sabe pronunciar bem o nome. Jogue pelo seguro, cozinhe algo com que se sinta à vontade, ou pelo menos alimentos com que já esteja familiarizado. Quando for altura de decidir o menu da noite, pense bem no trabalho que dá fazer um arroz de pato, ou na loiça que vai sujar se optar por uma lasanha. Ali em baixo temos um conjunto de receitas pelas quais se pode guiar, mas claro que o Google oferece um mundo interminável de sugestões para todas as ocasiões possíveis e imaginárias, é só explorar.

4. Mantenha as coisas simples! Aposte numa receita cujos ingredientes principais sejam alimentos da época. Isto vai fazer com que use produtos com o melhor sabor possível, ao mesmo tempo que poupa algum dinheiro. E quanto mais conseguir preparar no dia anterior (ou mesmo dois dias antes), melhor! Se conseguir deixar o mínimo de tarefas exigentes para o próprio dia, é meio caminho andado para se surpreender com a sua própria descontracção.

5. Não tenha medo de reorganizar a mobília, principalmente se tiver pouco espaço. Faz sentido que a mesa seja o ponto central da casa, mesmo que para isso tenha de usar outras divisões para arrumar tralha que esteja a mais, tanto que pode nem conseguir chegar à sua cama. Mas lembre-se: é só por uma noite!

6. Na HomeLovers Mag, acreditamos que praticamente tudo pode ser melhorado com pequenas mudanças na iluminação. Lembre-se destas duas regras: usar uma luz mais amarela, de intensidade mais baixa, cria ambientes descontraídos; apostar em focos de luz mais junto ao chão (candeeiros de pé, velas, etc.) espalhados pela sala torna o espaço muito mais envolvente e confortável.

7. Crie uma playlist especialmente para esta noite. Sabemos que está cheio de preocupações e a tentar lembrar-se de todos os pormenores, mas boa música cria instantaneamente um ambiente maravilhoso. Caso não tenha mesmo tempo, pode sempre usar a nossa! 🙂

8. Tenha capacidade de delegar. Peça para o seu amigo fã do Masterchef para fazer o tiramisù de que se orgulha tanto, ou à sua grande amiga para estar atenta a ver se alguém precisa de voltar a encher o copo. Eles não se importam nada (desde que não tenham de lavar a loiça, claro). 

9. Compre gelo extra. Podíamos falar de mil produtos que vale a pena ter em excesso numa festa, mas o gelo é o primeiro da lista, sem dúvida. As pessoas tendem a esquecer-se dele e há sempre alguém que tem de beber uma limonada tépida.

10. Evite ficar maníaco das limpezas. Voltamos ao primeiro conselho: relaxar. Está entre amigos que querem passar tempo consigo, não vai ser avaliado pelo seu serviço no Zomato ou no Trip Advisor. Pense que quanto mais descontraído estiver, mais os outros seguirão o seu exemplo… e uma pilha de pratos para lavar no fim da noite nunca fez mal a ninguém.

bbd8fa60b59e856a2cf9686a0790e30d.jpg

 

E porque organizar o jantar não é só cumprir regras, mas também encher barrigas de petiscos (esperamos) inesquecíveis, deixamos algumas sugestões de receitas simples q.b. e muito saborosas.

ENTRADAS

Vegetariana há quase duas décadas, Joana Alves criou o Le Passe Vite com o intuito de partilhar as suas aventuras na cozinha. Hoje é dos blogues de alimentação saudável mais visitados em Portugal, com imagens que fazem qualquer um perder a cabeça! As três receitas que escolhemos – baba ganoush, guacamole e húmus de amêndoa – podem ser feitas no dia anterior e basta servi-las com os típicos nachos, tostinhas, ou, se preferir a opção mais light, com palitos de cenoura ou de pepino. 

 

PRATOS PRINCIPAIS

O Cinco Quartos de Laranja, criado Isabel Zibaia Rafael, tem trazido, desde há 11 anos para cá, mais inspiração e criatividade às cozinhas portuguesas. Há receitas para todos os gostos e paladares, mas seleccionámos três que não dão muito trabalho e vão fazer com que brilhe – frango do campo assado com tomate, abóbora manteiga e azeitonas; bacalhau em broa de milho; e parmigiana (vegetariano).

 

SOBREMESAS

A identidade do Casal Mistério continua a ser, lá está, um mistério, mas sabemos que se completam e encaixam na perfeição: o que um odeia o outro adora e estão de acordo nas coisas certas. Mas é mesmo por conseguirem manter o anonimato, qual Batman e Cat Woman, que sabemos que podemos confiar nas opiniões e críticas a restaurantes e hotéis que publicam. E também há receitas de comer e chorar por mais, claro. Fizemos um esforço, como eles fazem, para viajar entre as sobremesas declaradamente “para a desgraça” (o brownie, claro), as “não tão light” (mousse de manga só com dois ingredientes), e as “light” (os deliciosos muffins de chocolate, banana e courgette).

3 comments

Deixar uma resposta