Inside

10 hábitos simples para ter uma casa arrumada

Há por aí alguém que seja naturalmente arrumado? Aqui na HomeLovers Mag não conhecemos ninguém, mas adorávamos poder trocar algumas ideias com pessoas com este superpoder. Como não o temos, arranjámos dez pequenos gestos que podem fazer uma grande diferença.

Uma casa arrumada faz-nos sentir mais leves, mais luminosos e, idealmente, mais felizes. Isto é muito bonito de dizer e de ouvir, mas todos sabemos que a rotina consome-nos grande parte da energia, e às vezes só queremos não ter mais obrigações nem tarefas para fazer. Por termos a consciência de que ninguém pega no aspirador e no pano do pó de bom grado, muito menos durante a semana, tentámos encontrar hábitos que pode adoptar já hoje, depois de ler este artigo. Não são coisas megalómanas, mas sim pequenas acções, que, mesmo que pareçam que não vão fazer uma grande diferença, asseguramos que uma semana depois já vai achar tudo muito menos desarrumado.

Uma das maiores pérolas do mundo da organização é a regra dos cinco minutos: se uma determinada tarefa pode ser feita em cinco minutos, faça-a já! Todas as dicas que apresentamos aqui em baixo podem ser feitas neste tempo recorde: em vez de dormir mais 5 minutos, ou ficar só mais um bocadinho a ver aquele programa na televisão, ou a ver o Facebook. Força, estamos unidos nesta missão! 🙂

LS-03301ss

1. Crie uma “estação de serviço” para tudo o que chega do lado de fora: sapatos, malas, sacos, casacos, etc. É ali que todas estas coisas têm de ficar e não há volta a dar. Existem mil e uma ideias que pode adaptar à sua casa, ou então pode apenas ter um cabide, uma sapateira e um banco, por exemplo. Inspire-se aqui

2. Uma pilha de loiça por lavar pode causar mais ansiedade do que andar numa montanha russa sem cinto de segurança. Conquistar aquela ilha de copos, panelas, pratos e talheres pode parecer impossível, e basta olhar para ela para ficarmos ainda mais irritados e sem vontade de pôr mãos à obra. Uma boa dica é ir arrumando tudo logo quando está a cozinhar. Não faça essa cara, é só uma questão de método! 

3. Na mesma linha, é importante seguir rituais diários, daqueles que já faz tão automaticamente que não lhe custam (quase) nada. Acordar e tomar o pequeno-almoço numa cozinha suja é meio caminho andado para andar com a cara fechada durante o resto do dia. Esforce-se por presentear o seu “eu do futuro” com um espaço fresco e limpo, ele vai agradecer. 🙂 Trate da loiça, limpe toda a sujidade das bancadas, despeje o lixo e, se tiver energia, varra o chão.

LS-03595cc.jpg

 

4. Faça um plano alimentar para a semana. Não é preciso ter uma folha de Excel super completa, qualquer calendário ou bocado de papel que tenha lá por casa funciona. Dedique uns poucos minutos do seu domingo a esta tarefa e receberá em troca toda uma semana sem a temível pergunta: “o que é que vou fazer para o jantar?” Idealmente, este plano deve também incluir uma lista de compras, feita depois de analisar o que tem e o que lhe falta na despensa. O blogue Para Lerem Quando Crescerem partilha os menus semanais de toda a família.

Não vos vamos chatear para fazerem a cama, mas vamos deixar no ar a ideia de que, se sair de casa com a cama num brinco, os seus níveis de produtividade vão aumentar substancialmente. Vamos sim falar da roupa, aquela que fica meses em cima da cadeira, da poltrona, do cesto da roupa suja, que parece nunca acabar. Ter uma rotina funcional que faça com que não se acumulem pequenos (ou grandes!) ninhos de roupa pela casa é das coisas mais difíceis de sempre. Os nossos conselhos são estes:

5. Quando despe a roupa que usou nesse dia, trate imediatamente dela. Volte a pendurar ou arrumar nas gavetas o que não está sujo, ponha no cesto o que está. Os sapatos têm o sítio deles e os casacões e as malas também (ver ponto 1).

6. Arranje forma de separar a roupa por cores logo quando a põe para lavar. Quer seja com um cesto ou saco para cada tipo (vejam aqui) , com divisões, ou outra forma criativa que se consiga lembrar.

7. Decida quantas vezes por semana é que quer lavar a roupa e faça-o assim que chega a casa. Com a técnica anterior, torna-se tudo mais fácil. Só tem de atirar tudo para dentro da máquina assim que o cesto estiver cheio.

8. Uma solução para quem acha impensável gastar horas da sua semana a passar a ferro pode ser ter a tábua de engomar ao pé do armário e ir passando à medida que se vai usando. A roupa tem de ser arrumada ainda engelhada, e, assim, apenas se tem de preocupar com isso na hora H. Claro que se for de manhã e estiver atrasado vai achar esta sugestão completamente descabida. Nesses casos aconselhamos a que ponha um bom filme e leve o seu kit de passar a ferro para a sala e resolva tudo de uma vez só. 

0cd870e377ed8fa397ef8aeeba8d1a7a

9. Tenha uma caixa pronta a receber tudo o que for para doar. Não é preciso estar à vista, mas também não pode estar num sítio difícil de alcançar. O truque é saber que ela está lá, pronta para receber tudo o que está a mais na sua casa, mas ainda pode ser usado por outros.

10. Agora a regra de ouro, uma que sabemos por experiência própria que é fácil de interiorizar e que resulta a olhos vistos! Antes de sair de qualquer uma das divisões da sua casa, olhe à volta e tente descobrir algo que não pertence ao sítio onde está. Claro que às vezes não vai encontrar nada fora do sítio (nesse caso, parabenize-se!), mas na grande maioria das vezes há um intruso na sala. Só tem de o levar consigo e pô-lo no sítio certo.

Se está à procura de conselhos para uma arrumação mais profunda, já escrevemos sobre destralhar a casa aqui

Também queremos saber os vossos truques para ter uma vida mais organizada. Não os guardem só para vocês e partilhem!

Deixar uma resposta