Kitchen

Alimentação SAUDÁVEL – 10 produtos para ter sempre na sua despensa

A maioria de nós sabe as regras básicas da alimentação saudável, mas a verdade é que pensar no menu para a semana (e nos produtos que precisamos para o concretizar) pode ser intimidante. Foi por isso que fomos ter com uma das pessoas mais destemidas que conhecemos, a Marta Ferreira, criadora do projecto Martilicious. Fizemo-nos convidados, entrámos na sua despensa e descobrimos os produtos sem os quais ela não consegue viver.

Há, felizmente, cada vez mais pessoas a aventurar-se pelo mundo da alimentação saudável com a consciência de que somos o que comemos – é uma frase feita, mas é a mais pura das verdades! Apostar em alimentos que sabemos que nos fazem bem provoca mudanças muito positivas no nosso corpo e na saúde em geral, principalmente a longo prazo. As vantagens são muitas, mas não queremos que saia já a correr para comprar o supermercado todo! Primeiro, é importante perceber que alimentos faz sentido ter sempre em casa, quais são os benefícios de cada um deles e as diferentes formas como podem ser usados. A ideia é começar pelo básico e pelo simples, para ir progredindo passo a passo. E nada como ir à origem de tudo o que se passa na cozinha – a nossa despensa! A Marta deixa o aviso, aquele que deve estar sempre presente nas nossas cabeças: “o mais importante, acima de tudo, é gostarem do que estão a comer”. Mudar os hábitos de uma vida é um processo que pode ser difícil, sabemos bem que há alturas em que só nos apetece ficar no sofá a comer batatas fritas e todos temos desculpas mais que válidas para o fazer. Pense que demoramos 21 dias a aceitar um novo hábito como rotina e que, por isso, é mesmo preciso ir fazendo pequenas adaptações progressivamente, sem fundamentalismos, respeitando os tempos de cada um. E pode começar já hoje! 🙂

IMG_1933

Quando começou a mudar os seus hábitos alimentares, a Marta optou por “3 pequenas (grandes) mudanças: retirar o trigo, os açúcares refinados e os lacticínios”. Disse-nos que com ela funcionou, mas que nada é absoluto, “cada caso é um caso e nada como aprendermos a ouvir o nosso corpo”. A sua despensa é um reflexo disso mesmo: uma reunião harmoniosa de produtos naturais, o menos processados possível, de forma a conseguirmos retirar todos os benefícios e os nutrientes que merecemos. Então vamos lá explorá-la!

1 – ÓLEO DE COCO

É um produto do qual não abdica nem por nada. Na sua casa, tem um frasco na despensa e outro na casa de banho, pois é um excelente hidratante de corpo e de cabelo, funcionando também para melhorar a saúde oral (até serve para branquear os dentes!). Também encontrámos azeite na despensa da Marta, mas o óleo de coco é uma alternativa saudável aos óleos vegetais e à manteiga. Para quem não gosta do sabor do coco, já existem algumas marcas sem cheiro ou sem sabor.

2 – FLOCOS DE AVEIA

São protagonistas das afamadas papas de aveia, ideais para pequenos-almoços ou lanches reconfortantes, mas também podem ser usados como substituto do pão ralado, para fazer bolos saudáveis, etc.

3 – FRUTOS SECOS

Ideais para snacks diários, fazer manteiga de frutos secos e usar em inúmeras receitas.

4 – TÂMARAS

São excelentes para acalmar as ânsias por algo doce. 🙂

5 – SEMENTES DE CHIA, SÉSAMO, LINHAÇA, ETC.

Com elas pode fazer pudim de chia, por exemplo, ou usá-las simplesmente como toppings de saladas ou sopas.

6 – LEGUMINOSAS

Aqui não há nada de novo: as leguminosas, como o grão, as lentilhas, as favas e o feijão, são uma fonte de fibra, gorduras pouco saturadas e proteína de boa qualidade. Se tiverem oportunidade, optem por cozê-las em casa ou comprar das pré-cozinhadas só em água e sal.

7 – FARINHAS INTEGRAIS E / OU SEM GLÚTEN

Abolir (ou diminuir ao máximo) a ingestão de farinha de trigo é das mudanças mais difíceis de conseguir, mas também das mais importantes, por ser essencial para a saúde do intestino.

8 – BEBIDAS VEGETAIS

Na despensa da Marta, encontrámos de amêndoa, coco e arroz, mas as alternativas são muitas, dependendo do gosto de cada um. O importante é serem o mais naturais possível: só o ingrediente principal, água e sal, mais nada!

9 – MEL OU ADOÇANTE VEGETAL

O mel e os adoçantes, como xarope de ácer e geleia de arroz, são óptimos para usar em qualquer receita a que queira juntar um sabor mais doce. A ideia é ir reduzindo as quantidades ao longo do tempo, afinal não deixam de ser açúcares.

10 – SUPERALIMENTOS

Estes “pós mágicos” de origem natural trazem benefícios incríveis para a saúde, devido ao espectro vitamínico. Comparativamente aos restantes produtos, podem parecer caros, mas a verdade é que vão durar largos meses, acabando por compensar. A Marta confessa-se adepta da marca portuguesa Iswari e normalmente faz as suas encomendas online.

Screen Shot 2018-02-21 at 16.06.33

Já que estávamos com as mãos na massa, aproveitámos para espreitar os restantes recantos da cozinha da Marta. Os únicos produtos com os quais é fundamentalista são os ovos. Compra sempre biológicos e tem muita atenção à numeração presente nas cascas. Este código é como se fosse um bilhete de identidade, em que o primeiro dígito nos diz qual foi o modo de criação das galinhas (0 = biológico / 1 = produção ao ar livre / 2 = produção no solo / 3 = sistema de gaiolas convencional). No que diz respeito a fruta e vegetais, podemos dizer que foi um passeio super colorido, entre o amarelo dos limões (começa todas as manhãs um copo de água com algumas gotas de limão) e das bananas; o verde dos abacates, dos brócolos e da rúcula; o vermelho dos morangos e do tomate; o cor de laranja das cenouras e das tangerinas; o castanho da batata doce. A Marta diz frequentemente que devemos comer o arco-íris – quanto mais cor, melhor – e a sua cozinha reflecte este seu lema na perfeição.

IMG_9436

Em termos de acessórios, aconselha-nos a comprar um processador eficaz. Tem de passar no teste de triturar frutos secos torrados para as manteigas, e banana congelada, ingrediente principal dos smoothies que não dispensa. Também não consegue passar sem os copos medidores (a base das suas receitas) e sem o espirilizador – um instrumento que transforma vegetais em massa.

Em suma, o importante é dar um passinho de cada vez e o ideal é que a nossa despensa espelhe a nossa decisão de nos alimentarmos cada vez melhor. Esta lista permite-nos ter liberdade de movimento, de poder improvisar uma receita fácil em poucos minutos, sem ter a tentação de encomendar uma pizza ou ir à pastelaria comer um bolo.

Esperamos que tenham gostado e que, para além de terem espreitado a cozinha da Marta, tenham curiosidade de aprender mais. É por acreditarmos que esse é o caso, que decidimos oferecer um voucher para um dos workshops Martilicious de Pequenos-almoços e Snacks. Para participar neste giveaway, só tem de responder às cinco perguntas que estão no formulário ali em baixo e deixar-nos o seu e-mail. São aceites participações até ao final de dia 28 de Fevereiro, o vencedor será escolhido aleatoriamente entre aqueles que acertarem em todas as questões, e receberá o voucher em formato digital. Anunciamos o resultado no dia 1 de Março. Boa sorte! 🙂

Fonte das imagens: Martilicious®

Deixar uma resposta