Kids

Guia para criar o quarto de criança mais lindo de sempre

Decorar um quarto é relativamente simples, mas quando falamos do espaço onde os miúdos passam a maior parte do tempo, o assunto muda de figura! Quer esteja só em busca de alguma imaginação para mudar uns pormenores, ou quer vá mesmo decorar a partir do zero, este artigo pode ajudar.

Quando somos crianças, só queremos ser crescidos. Chegados à idade adulta, apercebemo-nos que é completamente sobrevalorizada – podemos comer todas as bolachas que quisermos, mas temos de pagar contas, passar horas no trânsito, fazer máquinas de roupa sem fim, lavar tachos e panelas, etc! Mas há outra razão: os nossos quartos são profundamente aborrecidos, principalmente se os compararmos com os das crianças. Vibrantes e estilosos, estes são espaços cheios de vida, pensados para inspirar e motivar a criatividade. Quem não queria dormir num sítio assim?

Espaço reduzido

Claro que todos sonhamos com textos altos e quartos do tamanho de salões de baile, mas a realidade é, habitualmente, diferente. Mas temos boas notícias – o tamanho não é o mais importante, principalmente quando se trata de quartos de crianças. Um espaço pequeno pode (e deve!) ser encarado como um desafio à sua criatividade. Pense no que realmente precisa no quarto, em termos de mobília. Os básicos são, habitualmente, uma cama, estantes ou cómodas, uma secretária e uma cadeira. Num quarto pequeno, o essencial é encontrar formas inventivas de arrumação e, aqui, o espaço debaixo da cama pode ser o seu melhor amigo. Use-o e não se esqueça de destralhar, doar os brinquedos que já não são usados (esta escolha pode ser um exercício importante para fazer com o seu filho) e não acumular coisas desnecessárias. Lembre-se: menos é mais!

quarto criança pequeno.jpg

Cores

Trazer cor para as paredes vai trazer um selo pessoal, que os miúdos vão adorar. Contudo, não se esqueça que quanto mais escuro for o tom, mais pequeno o espaço vai parecer e mais camadas vai ter de aplicar se quiser mudar a cor no futuro. Outra coisa que deve ter em atenção é que pintar as paredes da mesma cor que usou para os têxteis e outros elementos decorativos vai fazer com que estes não tenham o destaque pretendido. Os tons mais neutros têm a vantagem de não cansarem tanto e serem mais transversais, se um dia aquela divisão tiver um novo ocupante. A tinta de ardósia é sempre bem-vinda e uma forma de incitar a criatividade!

Decoração de parede

Mais do que noutro espaço qualquer da casa, a decoração de parede no quarto do seu filho deve ter tida em muita consideração. Apostar em papel de parede é sempre uma forma de trazer mais personalidade. É habitual serem arrojados e cheios de informação, por isso não sinta a obrigação de preencher todas as paredes. Pode sentir que o espaço se torna ainda mais reduzido. Em vez disso, use o papel em apenas uma ou duas paredes. Formas geométricas, de tons fortes ou mais suaves, podem funcionar como um pano de fundo muito interessante. E não tenha em consideração só os padrões mais infantis. Motivos que usaria facilmente noutra divisão qualquer podem resultar muito bem!

Mais simples de usar, os autocolantes podem trazer um novo ar a qualquer quarto, com a vantagem de serem fáceis de remover quando a criança se cansar deles. Há mil versões, adequadas para qualquer idade – de recém-nascidos a adolescentes sofisticados. Arrisque na escala, com apenas uma imagem ou criando uma mancha original.

autocolantes quarto criança.jpg

Têxteis

Os tapetes, cortinas e roupa de cama podem ser peças-chave na decoração do quarto do seu filho. Se já apostou em motivos coloridos nas paredes, sugerimos cores mais neutras nos têxteis. Se, por outro lado, o resto é sóbrio, pode perder a cabeça e mergulhar num mundo de tons garridos, formas arrojadas, etc. Tenha, contudo, em atenção que se a sua intenção é que estes elementos durem bastante tempo, é sempre melhor optar por designs mais clássicos, que não vão cansar o “proprietário” daquele espaço. 🙂

No que diz respeito aos tapetes, o mais importante é certificar-se que os mesmos não escorregam, para evitar acidentes. Existem várias opções de protectores antiderrapantes que podem ser utilizados em qualquer tipo de pavimento. Veja este da IKEA, por exemplo.

RainbowNursery-56aa969a3df78cf772b45197.jpg

Camas

De todo o mobiliário, a cama é, sem dúvida, a peça mais importante. Existem muito mais opções do que aquelas que poderia pensar à primeira vista: de beliches, camas extensíveis, camas de casal, camas casa montessorianas e por aí afora. Deixamos-lhe algumas sugestões para se inspirar!

Leia também:

Estética e ergonomia: como criar o espaço de estudo perfeito

Quarto partilhado: sonho ou pesadelo?

O Método Montessoriano aplicado ao quarto da criança

Imagens: Pinterest

Deixar uma resposta